CURRÍCULO JÁ É SELECIONADO POR ROBÔS


CURRÍCULO JÁ É SELECIONADO POR ROBÔS

Por: Ariane Tainara

Uma preocupação antiga de quem busca uma vaga de emprego é fazer seu currículo se destacar no meio de uma pilha de papel na mesa do recrutador. Com a introdução da inteligência artificial no RH, fica a dúvida: o robô vai ler seu currículo?

Sim. O seu e de todos os candidatos que inscreverem para as vagas. Segundo Guilherme Dias, diretor de marketing da Gupy, os robôs já conseguem ler currículos e entender muito mais sobre o perfil de candidatos em menos tempo.

“Por mais Black Mirror que o mundo se torne, o robô não vai substituir 100% o recrutador. O olho no olho ainda é fundamental e sempre vai existir a etapa da entrevista, mas nas etapas iniciais do processo, principalmente na triagem de currículos, a inteligência artificial dá mais agilidade”, explica Guilherme.

Antes do currículo ser enviado, a plataforma primeiro precisa ensinar a inteligência artifical, ou a Gaia, como ela foi nomeada, quais são as características mais desejadas para a vaga.

Para isso, as empresas começam escolhendo uma amostra de funcionários que representam o perfil e performance semelhantes ao que procuram entre os candidatos. Esse grupo vai responder na Gupy o teste de perfil, que irá criar a “versão 0” do algoritmo.

Então, após a vaga ser aberta e divulgada, conforme são mandados os currículos, a Gaia entra em ação, lendo o texto e cruzando as informações com a descrição para o cargo.

Fonte: Msn Notícias