Bolsonaro veta projeto que facilitaria acesso a remédios orais contra câncer


Bolsonaro veta projeto que facilitaria acesso a remédios orais contra câncer

Por: Ariane Tainara

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vetou um projeto que facilitava o acesso a remédios orais contra câncer por meio dos planos de saúde. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (26) pela Secretaria-Geral da Presidência.

 

Segundo o portal G1, o projeto, aprovado pelo Congresso no início do mês, tinha como intuito reduzir as exigências para que os planos de saúde fossem obrigados a custear tratamentos orais contra o câncer.

 

Na justificativa para o veto, o governo afirmou que o texto poderia "criar discrepâncias no tratamento das tecnologias e, consequentemente, no acesso dos bene?ciários ao tratamento de que necessitam, privilegiando os pacientes acometidos por doenças oncológicas".

 

Ainda segundo o governo, um outro efeito do projeto seria "o inevitável repasse desses custos adicionais aos consumidores, de modo a encarecer, ainda mais, os planos de saúde, além de trazer riscos à manutenção da cobertura privada aos atuais beneficiários, particularmente os mais pobres".
 

 

Agora, o texto segue novamente para o Legislativo, onde os parlamentares podem manter ou derrubar o veto promovido por Bolsonaro.